Auditorias energéticas obrigatórias

No mundo moderno em que vivemos é impossível dissociar a produção de riqueza de um consumo de energia que, por norma, representa encargos monetários elevados e graves consequências ambientais.

A melhoria do desempenho energético das organizações afigura-se como um contributo com elevado potencial para atingir os objetivos de um desenvolvimento sustentável da sociedade, com enfâse na melhoria da competitividade das empresas.

O primeiro passo para a melhoria da eficiência energética das empresas consiste na realização de uma auditoria energética (AE) para apoio à tomada de decisões.

As AE são ferramentas que permitem:

  • Avaliar a quantidade e a forma como é utilizada a energia;
  • Identificar os equipamentos e/ou setores com consumos significativos de energia;
  • Identificar e priorizar oportunidades de melhoria de desempenho energético (eliminar desperdícios de energia, substituir equipamentos ineficientes e obsoletos e recorrer à utilização de energias renováveis).

As AE são obrigatórias a quem?

  • A empresas não PME (empresas com 250 ou mais trabalhadores e cujo volume de negócios anual excede € 50.000.000, ou cujo balanço total anual excede € 43.000.000) de 4/4 anos ou 8/8 anos, exceto para as não PME que tiverem um SGE (ex: NP EN ISO 50001)(Decreto-Lei n.º 68-A/2015);
  • A instalações Consumidoras Intensivas de Energia (CIE), isto é, com um consumo energético superior a 500 toneladas de equivalente de petróleo. (Decreto-Lei 71/2008);
  • Empresas de transporte e empresas com frotas próprias com consumo energético equiparável às instalações CIE. (Portaria n.º 228/90);
  • A edifícios sujeitos às auditorias periódicas do Sistema de Certificação Energética (Decreto-Lei n.º 118/2013);
  • A organizações com um Sistema de Gestão de Energia certificado pela NP EN ISO 50001, mas sem periodicidade legal obrigatória definida.

Além da realização de auditorias energéticas obrigatórias, prestamos apoio nas diversas fases da implementação de sistemas de energia de acordo com a NP EN ISO 50001.